Sene

SeneCassia angustifolia

Subarbusto perene, nativo da Arábia e África Oriental muito cultivado na Índia.

Pertence à família das Cesalpináceas e as partes utilizadas são as folhas e os frutos.

Os principais constituintes são os senósidos A e B que são diglucósidos de reína-diantrona, estão ainda presentes pequenas quantidades de outros constituintes hidroxiantracénicos (senósidos C e D, crisofanol, aloé-emodina, reína e os respetivos glucósidos), mucilagens, flavonóides, resinas e ácidos orgânicos.

Os derivados antraquinónicos, existentes em maior quantidade nas folhas do que nos frutos do sene, exercem uma ação colagoga e laxante, que se faz sentir 10 a 12 horas após a toma. Os heterósidos ao atingirem o cólon, são hidrolisados pela ação de enzimas da flora bacteriana indo as geninas atuar sobre as terminações nervosas da parede intestinal, com o que diminui a absorção de água dando-se uma estimulação do peristaltismo.

O sene é tradicionalmente utilizado como laxante ou purgante, na obstipação ocasional.

 

Referências:

Cunha AP, Silva AP, Roque OR (2012). Plantas e Produtos Vegetais em Fitoterapia, 4ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 606-607.

Cunha AP, Roque OR (2011). Plantas Medicinais da Farmacopeia Portuguesa, 2ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 599-605.

Physicians Desk Reference for Herbal Medicines (2000), 2nd Edition, Thomson Medical Economics, 684-688.

McIntyre A. (2015). Herbal Remedies for Everyday Living, Octopus Publishing Group Lda, 64.

Nutradvance - Web by Volupio