Rábano Negro

Rábano NegroRaphanus sativus var. niger

Planta anual, de origem incerta muito cultivada em Portugal e em outras regiões de clima temperado.

Pertence à família das Brassicáceas (Crucíferas) e as partes da planta utilizadas são as raízes.

Como principais constituintes possui heterósidos sulfurados (glucosinolatos), sendo um dos principais a glucobrassicina. Possui também óleo essencial com compostos sulfurados, glúcidos, aminoácidos, antocianósidos e vitaminas.

Possui actividade colerética, colagoga e hepatoprotetora. Aumenta o peristaltismo intestinal. Os produtos voláteis de enxofre são antimicrobianos e rubefacientes. Ação antiviral.

O rábano negro é tradicionalmente utilizado como colerético, colagogo e hepatoprotetor, na prevenção de litíases e suas complicações.

 

Se desejar, pode encontrar mais informação sobre o rábano negro nos estudos científicos e literatura que aqui disponibilizamos:

Lugasi A et al. (2005). Antioxidant effect of squeezed juice from black radish (Raphanus sativus L. var niger) in alimentary hyperlipidaemia in rats. Phytotherapy Research 19 (7): 587-591.

Hanlon PR, Webber DM and Barnes DM (2007). Aqueous extract from Spanish black radish (Raphanus sativus L. Var. niger) induces detoxification enzymes in the HepG2 human hepatoma cell line. Journal of Agricultural and Food Chemistry 55 (16): 6439-6446.

 

Referências:

Cunha AP, Silva AP, Roque OR (2012). Plantas e Produtos Vegetais em Fitoterapia, 4ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 562-563.

Physicians Desk Reference for Herbal Medicines (2000), 2nd Edition, Thomson Medical Economics, 628-629.

 

Estudos:

Rábano Negro 1 || Rábano Negro 2

Nutradvance - Web by Volupio