Gengibre

GengibreZingiber officinale

É uma especiaria com um sabor característico nativa do Sul da Ásia. As suas propriedades energizantes e caloríficas eram já mencionadas nos escritos de Confúcio cerca de 500 AC.

Pertence à família das Zengiberáceas e as partes utilizadas são os rizomas.

Possui como constituintes óleo essencial com sesquiterpenos (zingibereno, curcumeno, Beta-bisaboleno, Beta-bisabolona, alfa-farneseno) e monoterpenos (cânfora, geranial, linolol). Possui ainda substâncias de sabor amargo e picante (gigerois e sogaois) presentes na fração resinosa, amido, lecitinas, proteínas e sais minerais.

Estimula a secreção salivar e gástrica, aumentando o tónus da musculatura intestinal e o peristaltismo, o que é atribuído às substâncias picantes (gigerois e sogaois). O pó de gengibre também tem uma ação antiemética tendo sido demontrado ser essa ação também devida aos compostos picantes. As propriedades hipolipidémicas do extrato alcoólico de gengibre poderiam explicar o efeito protetor sobre a aterosclerose experimental em coelhos e a ação hipoglicemiante verificada em ratos diabéticos.

É tradicionalmente utilizado como aperitivo, antiemético, no combate aos enjoos das viagens. Nas afeções respiratórias como anti-séptico e anti-inflamatório.

 

Se desejar, pode encontrar mais informação sobre o gengibre nos estudos científicos e literatura que aqui disponibilizamos:

Lam RYY et al. (2007). Antioxidant Actions of Phenolic Compounds Found in Dietary Plants on Low-Density Lipoprotein and Erythrocytes in Vitro. Journal of the American College of Nutrition 26 (3): 233-242.

Al-Amin ZM et al. (2006). Antidiabetic and hypolipidaemic properties of ginger ( Zingiber officinale) in streptozotocin induced diabetic rats. British Journal of Nutrition 96 (4): 660-666.

 

Referências:

Cunha AP, Silva AP, Roque OR (2012). Plantas e Produtos Vegetais em Fitoterapia, 4ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 354-355.

Cunha AP, Roque OR (2011). Plantas Medicinais da Farmacopeia Portuguesa, 2ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 300-306.

Physicians Desk Reference for Herbal Medicines (2000), 2nd Edition, Thomson Medical Economics, 339-342.

Domínguez M, Gómez R. Novo Guia das Plantas Medicinais, Ediclube, 28.

McIntyre A. (2015). Herbal Remedies for Everyday Living, Octopus Publishing Group Lda, 119.

 

Estudos:

Gengibre 1 || Gengibre 2 

Nutradvance - Web by Volupio