Centelha Asiática

Centelha AsiáticaCentella asiatica

Nativa da Índia e do Sul dos EUA, mas distribuída no Oceano Índico, de Madagáscar à Indonésia, na Austrália e África do Sul. Prefere regiões tropicais e subtropicais pantanosas e margens dos rios.

É da familia das Apiáceas (Umbelíferas) e as partes da planta utilizadas são as partes aéreas.

Tem como principais constituintes ativos saponósidos triterpénicos (asiaticósido e madecassósido) em que as geninas (ácido asiático e ácido madecássico) podem encontrar-se livres ou esterificadas por um tri-holósido. Outras saponinas minoritárias são o centelósido, o bramósido, o bramonósido e as centelossaponinas B, C e D. Na sua composição existe ainda óleo essencial, taninos, um alcalóide (hidrocotilina), esteróis, heterósidos de flavonóis e poliinas.

As saponinas triterpénicas mostram uma ação reepitelizante . Existe também ação sobre a insuficiência venosa.

A centelha é tradicionalmente utilizada como venotónico na celulite, e em uso tópico como cicatrizante.

Referências:

Cunha AP, Silva AP, Roque OR (2012). Plantas e Produtos Vegetais em Fitoterapia, 4ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 222-223.

Cunha AP, Roque OR (2011). Plantas Medicinais da Farmacopeia Portuguesa, 2ª Edição, Fundação Calouste Gulbenkian Serviço de Educação e Bolsas, 209-212.

Physicians Desk Reference for Herbal Medicines (2000), 2nd Edition, Thomson Medical Economics, 359-361.

Domínguez M, Gómez R. Novo Guia das Plantas Medicinais, Ediclube, 110-111.

McIntyre A. (2015). Herbal Remedies for Everyday Living, Octopus Publishing Group Lda, 64.

Nutradvance - Web by Volupio